Archive for BRICS

You are browsing the archives of BRICS.

«The greatest winner of the 2014 geopolitical crisis in Eastern Europe has been China», Constantin Gurdgiev

«The greatest winner of the 2014 geopolitical crisis in Eastern Europe has been China», Constantin Gurdgiev

Interview with Constantin Gurdgiev, Russian economist based in Dublin, by Jorge Nascimento Rodrigues (c) JNR, 2014

BRICS encostam FMI à parede — 6ª cimeira em Fortaleza (Ceará, Brasil)

Cimeira das cinco economias emergentes em Fortaleza coloca no terreno duas iniciativas “simbolicamente importantes”, refere Charles Collyns, economista-chefe do Institute of International Finance, a associação mundial do sector financeiro. O Banco dos BRICS e o Fundo de Garantia põem em causa a ordem criada há precisamente 70 anos em Bretton Woods.
© Jorge Nascimento Rodrigues, 2014

Dossiê BRICS: Da Cimeira em Nova Deli à relação de forças no FMI e Banco Mundial

Realizou-se dia 29 de março de 2012 na capital da Índia a 4ª cimeira das cinco principais potências emergentes. Economistas dos cinco países envolvidos comentam as expetativas em torno do encontro e depois o seu balanço. Um plano de ação foi aprovado pela primeira vez. Não é, ainda, o momento de macrodecisão do grupo, mas para lá se caminha.

BRIC: cambio o simple moda?

Pese a las críticas, la visión de O’Neill y su equipo en Goldman Sachs ha provocado tres consecuencias devastadoras en la percepción que había del mundo había hace una década.

Cabe recordar que el concepto de BRIC surgió al mismo tiempo que muchos analistas trataron de transmitir la idea de que los ataques terroristas del 11 de septiembre en los Estados Unidos había sido un punto de inflexión. “El mundo ha cambiado”, se dijo entonces. El que se unió el renacimiento inexorable de la superpotencia “soltera”.
Una visita BRIC a BRIC — (c) Jorge Nascimento Rodrigues, 2012

Dossiê BRICS: I- De um acrónimo a um clube político

Breve história da vida de um acrónimo que se transformou em um clube político. Começou com quatro membros todos diferentes mas todos iguais na trajetória de deitarem fora a etiqueta de Terceiro Mundo ou de superpotência falhada. Acabaram por se “libertar” do próprio “pai”, Jim O’Neill, Mr BRIC que entrevistámos recentemente para o semanário português Expresso e para janelanaweb.com (em castelhano). TEXTO LONGO

Jim O’Neill, el “padre” del acrónimo BRIC: “Me gusta la definición que he oído del Partido Comunista de China como una gran cámara de comercio”

Jim O'Neill, el

No fue invitado a estar en Ekaterimburgo en junio del 2009 en la boda del club geopolítico de los BRIC. Pero si los cuatro países emergentes hoy en día usan la marca, a él se debe.
Entrevista © Jorge Nascimento Rodrigues, Enero 2012, Janelanaweb.com

O ouro do século XXI, segundo o holandês Derk Bol

O ouro do século XXI, segundo o holandês Derk Bol

As matérias-primas estratégicas para os setores de alta tecnologia têm já um ganhador – a China, que domina 7 em 9 das mais usadas, dos carros híbridos aos ecrãs táteis, às energias alternativas e à nanotecnologia. Uma entrevista com Derk Bol, cientista do Materials Innovation Institute, em Delft, na Holanda.