Archive for crash

You are browsing the archives of crash.

As tecnológicas que resistem à derrocada bolsista – the crash-proof companies

THE CRASH-PROOF HIGH TECH COMPANIES – Apesar de duas crises bolsistas desde março de 2000, as tecnológicas mostraram resiliência na última década e catapultaram uma das filhas do Nasdaq, a Apple, para a liderança da capitalização bolsista nos Estados Unidos, destronando a Exxon dos petróleos.
(Balanço Histórico nas vésperas do 3º aniversário do momento Lehman)

“Ireland is different [from other eurozone troubled countries] in long-term fundamentals” (Marc Coleman)

Putting in context today bad news, janelanaweb.com listened to Marc Coleman, Economics Editor, Presenter “Coleman at Large”, Newstalk 106-108fm, also Economics columnist with ‘The Sunday Independent’ and author of several books about the Irish economy.

«Risco de deflação é maior – o resto é histeria dos falcões anti-défice» (Peter Dorman)

O economista Peter Dorman, a partir da costa do Pacífico, editor do blogue ‘Econospeak’, um dos mais envolvidos nas atuais polémicas na macroeconomia, conclui em entrevista exclusiva: “Fazendo um balanço, o risco de curto prazo da deflação excede o muito especulativo risco de inflação de longo-prazo”.

Nos dez anos do crash do Nasdaq: A história surpreendente de duas bolhas

Com a aproximação do aniversário do crash do Nasdaq a 11 de Março de 2000 exige-se uma reflexão sobre o comportamento da “exuberância irracional” nos mercados financeiros nesta última década. Como foi possível que, em menos de uma geração, se vivessem entusiasticamente duas bolhas (sempre com a ideia de que “desta vez é diferente”) e se sofressem dois crashs (sempre nos apanhando de surpresa)? Corresponderá esta dupla-bolha e duplo-crash a um padrão histórico que inclusive terá mais prendas na sua longa cauda? Eis a questão bilionária que fica por responder. A investigadora Carlota Perez, de Cambridge, no Reino Unido, ajuda-nos a compreender o que se passou.

Há 10 anos, a Janela na Web alertava para o risco de crash no Nasdaq

Janelanaweb alertou há 10 anos para o risco de crash do Nasdaq, que viria a ocorrer, depois, com uma dupla assinatura em Março e Abril de 2000.

2010:o ano da encruzilhada chinesa

A segunda maior potência do mundo realizou em Dezembro a sua conferência anual sobre economia. O governo chinês tenta manter o modelo económico que foi a sua galinha de ovos de ouro, ao mesmo tempo que promete começar a mudá-lo em 2010. Mas há risco de derrocada da “bolha” chinesa, diz-nos o professor Hung Ho-fung.

“Comparar com 1929 é um erro”

Teremos de recuar até à Grande Depressão de 1873 para encontrar paralelo válido, diz o historiador económico americano Scott Nelson.

A loucura das túlipas – o primeiro «crash» europeu

A primeira exuberância irracional seguida de estoiro da história do capitalismo financeiro – a corrida aos bolbos das exóticas flores com vírus na Holanda de 1636 e 1637. O que é similar ao que ocorreu noutros «crashes» financeiros e o que foi diferente. Falam o autor de ‘Tulipomania’ e um historiador económico holandês.

Volatilidade é maior hoje do que no «crash» de 1929/32

Em pouco mais de 1/3 dos dias que demorou a crise na Wall Street no período da Grande Depressão, as variações extremas do índice Dow Jones são hoje mais frequentes no decurso do actual «crash» que se iniciou em Outubro do ano passado. Um estudo do analista Mark J. Lundeen mostra que a volatilidade está a atingir níveis historicamente jamais vividos

5º maior «crash» desde 1885

Com o fecho de 5ª feira (20 de Novembro) abaixo dos 7600 pontos, o Dow Jones «empurrou» o actual ciclo descendente («bear») bolsista na Wall Street para o quarto mais grave desde o início do índice há 123 anos, se o ponto mais baixo for esta quinta-feira negra.