Archive for geopolítica

You are browsing the archives of geopolítica.

2014 em revista: Cisnes negros, cinzentos & 6 surpresas

6 surpresas nos mercados financeiros de acordo com a nossa escola mais os cisnes negros e cinzentos escolhidos por Constantin Gurdgiev.

Por Jorge Nascimento Rodrigues
© JNR, 2015

O BRIC eslavo que caiu no “clube” dos mais frágeis

A Rússia realiza movimentos de grande potência na Europa de Leste, mas tem a sua economia em crise estrutural.
(c)JNR, março 2014

Risco geopolítico saiu do armário com a crise da Crimeia

O pico da crise da Crimeia provocou uma queda nas bolsas mundiais de 1,2% no dia 3 de março. Alguns analistas já a batizaram de “segunda-feira negra”. Uma terceira crise pode vir a juntar-se às duas já em curso — a das dívidas soberanas do euro e a das economias emergentes, Por Jorge Nascimento Rodrigues
(c) JNR, 2014

A redescoberta das “Descobertas” portuguesas de Quinhentos

O período Quinhentista é mais do que uma recordação emocional da grandeza passada para florear discursos. É uma fonte de inspiração para as gerações empreendedoras atuais. A originalidade como país pioneiro da globalização é o maior ativo simbólico que os portugueses têm.
[EM HOMENAGEM AO DIOGO VASCONCELOS, UM DOS PIONEIROS, QUE A MORTE SACANA LEVOU A 8 DE JULHO]

Nem G20, nem G2 – o mundo está entregue a um G-Zero, diz Ian Bremmer

Nem G20, nem G2 - o mundo está entregue a um G-Zero, diz Ian Bremmer

Uma entrevista com Ian Bremmer, um dos analistas que provocou a ira dos VIP em Davos este ano. Acha que o mundo tem um “vazio” derivado do declínio dos Estados Unidos como superpotência e da China não querer assumir o papel de parceiro na “gestão” do mundo.

Keynes contra o fantasma de uma guerra de divisas

À espera do ‘bancor’: John Maynard Keynes foi derrotado em Bretton Woods em 1944 no Hotel Mount Washington, mas a sua proposta para o sistema monetário internacional parece ter renascido, agora, das cinzas. Até o FMI estudou recentemente a sua “adaptação” aos tempos modernos. A Exame ouviu académicos e especialistas que pesaram prós e contras. Provavelmente continua uma visão, mas revela o génio do economista inglês sessenta anos depois. [TEXTO LONGO]

ENSAIOS SOBRE A CRISE – IV: Comércio mundial caiu em 2009 como não acontecia há 70 anos

O ano passado ficará como um dos eleitos de um clube especial, o das maiores quebras do comércio internacional. Apesar de uma recessão global inferior a 1%, o efeito nas trocas mundiais foi muito ampliado. O enigma está a ser estudado pelos economistas. Mais um ensaio sobre esta crise. [Artigo original publicado na revista portuguesa EXAME, edição de Julho 2010]
(c) Jorge Nascimento Rodrigues, 2010
[AVISO: Texto Longo]